segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Mensagem do dia - São Gregório Magno


"Diante dos homens é virtude suportar os inimigos, mas diante de Deus a virtude é amá-los."

São Gregório Magno (540 - 604)


São Gregório Magno, "Hom, in Ev. 3,2", in I Padri vivi, cit.

            "Não constitui maravilha que aquele que faz a vontade do Pai seja chamado irmão ou irmã do Senhor; para ambos os sexos, de fato, é o chamamento da fé. Entretanto, há que nos maravilhar o  fato de que também se possa mencioná-lo como 'mãe'. Em verdade, Jesus dignou-se chamar seus fiéis discípulos de irmãos, dizendo-lhes: "Não temais! Ide anunciar a meus irmãos..." (Mt 28,10). É, pois o caso de nos perguntarmos: Como se pode tornar sua mãe aquele que, aderindo à fé, pôde tornar-se irmão do Senhor? Quanto a nós,
cumpre-nos saber que aquele que pela fé se torna irmão e irmã de Cristo, torna-se sua mãe por meio da pregação. Introduzir o Senhor no coração de quem ouve é quase como dar à luz o Senhor. E se faz sua mãe quando por meio de sua voz o amor de Deus é gerado na mente do próximo".

Mulher, porque choras?
Homilia 25

            "Maria torna-se testemunha da compaixão de Deus; sim... aquela Maria a quem um fariseu queria quebrar o arroubo de ternura. "Se este homem fosse profeta, exclamava ele, saberia quem é esta mulher que o toca e o que ela é: uma pecadora" (Lc 7,39). Mas as suas lágrimas apagaram-lhe as manchas do corpo e do coração; ela precipitou-se a seguir os passos do seu Salvador, afastando-se dos caminhos do mal. Estava sentada aos pés de Jesus e escutava-o (Lc 10,39). Vivo, apertava-o nos seus braços; morto, procurava-o. E encontrou vivo aquele que procurava morto. Encontrou nele tanta graça que acabou por ser ela a levar a boa nova aos apóstolos, aos mensageiros de Deus!
             Que devemos ver aqui, meus irmãos, senão a infinita ternura do nosso Criador, que, para dar novo ânimo à nossa consciência, nos dá constantemente exemplos de pecadores arrependidos. Lanço os meus olhos sobre Pedro, olho para o ladrão, examino Zaqueu, considero Maria e só vejo neles apelos à esperança e ao arrependimento. Foi a vossa fé tocada pela dúvida? Pensem em Pedro que chora amargamente a sua cobardia. Estais ardendo em cólera contra o vosso próximo? Pensai no ladrão: em plena agonia, arrepende-se e ganha as recompensas eternas. A avareza seca-vos o coração? Prejudicastes alguém? Vede Zaqueu que devolve quatro vezes mais aquilo que tinha roubado a um homem. Por causa de uma paixão, perdestes a pureza da carne? Olhai para Maria que purifica o amor da carne com o fogo do amor divino.
            Sim, Deus todo-poderoso oferece-nos constantemente exemplos e sinais da sua compaixão. Enchamo-nos, pois, de horror pelos nossos pecados, mesmo pelos mais antigos. Deus todo-poderoso esquece com facilidade que nós cometemos o mal e está pronto a olhar para o nosso arrependimento como se fosse a própria inocência. Nós que, depois das águas da salvação, nos tínhamos de novo manchado, renasçamos das nossas lágrimas... O nosso Redentor consolará as vossas lágrimas com a sua alegria eterna".

Fonte: http://fraternidadesaogilberto.blogspot.com.br/2011/05/sao-gregorio-magno-hom-in-ev-32-in-i.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário